Skip to content →

O disco sem nome do MarginalS

Espontaneidade. Talvez esta seja a palavra que melhor defina o som do trio MarginalS, composto por Marcelo Cabral (baixo acústico), Thiago França (saxofone, flauta, EWI) e Tony Gordin (bateria). Se é que realmente seja necessária uma definição.

O trio vem andando de mãos dadas e instrumentos a postos com alguns dos bons artistas de São Paulo neste intenso 2011: Marcelo Cabral produziu o disco Nó na orelha, do comentadíssimo Criolo, ao lado de Daniel Ganjaman. Thiago França toca com Romulo Fróes, Kiko Dinucci e o próprio Criolo. E Tony Gordin é irmão do guitarrista Lanny Gordin.

A sonoridade espontânea do MarginalS chega a ser também perceptível no primeiro álbum que eles acabaram de lançar, que leva apenas a alcunha de (disco sem nome), conforme os arquivos mp3 das músicas disponibilizadas para download pela própria banda. Ou melhor: em bom português o disco não tem nome mesmo. E as músicas também não. São elas:

01 prólogo
02 parte 1, parte 1
03 parte 1, parte 2
04 parte 1, parte 3
05 parte 1, parte 4
06 intermissão, parte 1
07 intermissão, parte 2
08 parte 2, parte 1
09 parte 2, parte 2
10 parte 2, parte 3

Estas canções (e consequentemente o próprio disco) funcionam quase que como um show do trio dentro dos ouvidos. Improvisando ao sabor do vento, criando paisagens caóticas e singelas por meio da liberdade e da interação que os músicos conseguem ter para criar canções sem aviso prévio. É jazz, é experimental, é free jazz, é groove, é rock, é sujo, é tudo e é nada. É um grito de socorro e de esporro em favor da não limitação. É o que o ouvinte quiser e, sobretudo, se permitir.

E provavelmente o álbum nunca será tocado em algum show, já que a banda improvisa de acordo com o clima. Obra única que fica apenas como registro de um momento: o da gravação. Cada show é um show. Nada é repetido. Música pulsante. Inventividade e cumplicidade ao extremo. Espontaneidade pura. Marginalidade excitante.

Faça o download do disco aqui.

 

Published in download música

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *